Geral

PROJETO MEMÓRIA LEGISLATIVA

Publicado em: 09/07/2021 15:43

Whatsapp

 

O ano é 1968, mas precisamente 16 de agosto, e o então prefeito Kurt Walter Hasper, envia ao presidente da Câmara, Vicente Fidelis de Souza, um projeto de lei, autorizando o chefe do Executivo a adquirir de Yoshiko Matzuyama, por compra, o lote n. 09 da quadra n. 60, da 1ª gleba urbana do loteamento da Cia. Mate Laranjeira, com área de 600 metros quadrados, ao preço de NCr$ 1.500 e doá-lo à República Del Paraguay, para a construção da agência consular.

O presidente do Paraguai era Stroessner, e até uma carta do Coronel Secretário do Conselho de Segurança chegou ao gabinete do prefeito, para que o Município organizasse o problema relacionado a residência do Cônsul Romero, designado por Stroessner, para ser o primeiro representante do PY na cidade de Guaíra.

Conforme o texto do Executivo, o Conselho de Segurança Nacional mantinha sua atenção voltada à administração e o progresso de Guaíra, citando o Coronel Otávio Tosta, que recebeu da Câmara Municipal de Guaíra, a distinção máxima; o título de Cidadão Honorário, pelos relevantes serviços prestados através da Comissão Especial da Faixa de Fronteira.

Da Assessoria/Adriane Schirmann

Em breve novidades... O conhecimento histórico é indispensável.

#camaramunicipaldeguaira #história #1968 #arquivo #riquezadefatos #nossahistoria